Maputo - Uma empresa italiana de aviação - Meridiana - vai começar a operar voos, a partir de 21 de dezembro, entre a cidade de Pemba, em Moçambique, e Milão, no norte de Itália, com um aparelho Boeing 767-200 (ER).

Actualmente, o aeroporto de Pemba recebe apenas voos domésticos provenientes das cidades moçambicanas da Beira (centro), Nampula (norte) e Maputo (sul), e voos internacionais com origem em Dar-es-Salaam (Tanzânia ), Joanesburgo (África do Sul) e Nairobi (Quénia).

No entanto, os voos da Meridiana serão os primeiros de um país europeu a escalarem aquela cidade nortenha moçambicana.

Esta não é a primeira vez que uma empresa italiana da aeronáutica manifesta o desejo de voar para o espaço moçambicano.

Em 2012, a empresa Air Italy, comprada em Outubro de 2011 pela Meridiana, cuja marca desapareceu em Março de 2013, havia anunciado um plano semelhante, que foi abandonado quando a Renamo, maior partido de oposição, ameaçou fazer regressar Moçambique à guerra.

Segundo o jornal, o interesse de voar para Moçambique, precisamente Pemba, prende-se com as descobertas de petróleo e gás na bacia do Rovuma. A italiana de petróleos Eni é uma das multinacionais presentes na região. AIM

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription