Lisboa - O turismo brasileiro em Portugal caiu quase 10% em outubro em comparação com o mesmo mês do ano passado. Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), os hotéis portugueses contabilizaram naquele mês 142 mil dormidas de cidadãos brasileiros, menos 9,8% do que em outubro de 2014.

Com este desempenho o Brasil foi, entre os dez maiores mercados emissores de turistas estrangeiros para Portugal, o país que teve a maior queda de procura pelos destinos turísticos lusos. De acordo com o INE, a segunda maior queda ficou por conta dos turistas da Bélgica, que realizaram em outubro menos 9% de dormidas em Portugal do que no ano passado.

Mas não só o Brasil se destacou negativamente em outubro no mercado turístico luso, como também passou a ter no acumulado dos dez primeiros meses do ano uma evolução negativa no número de dormidas dos seus cidadãos na hotelaria portuguesa. De janeiro a outubro os hotéis lusos tiveram 1,18 milhões de dormidas de brasileiros, menos 0,8% do que no mesmo período do ano passado. O Brasil é o único país em queda no acumulado do ano entre os dez maiores mercados emissores de turistas estrangeiros para Portugal.

Apesar da queda de outubro, o Brasil permaneceu com o estatuto de sexto maior mercado turístico estrangeiro em Portugal e de maior emissor de turistas não europeus para os hotéis lusitanos. O segundo maior mercado emissor de fora da Europa são os Estados Unidos, que geraram de janeiro a outubro quase 856 mil dormidas nos estabelecimentos hoteleiros portugueses.

Nos primeiros dez meses do ano o grande destaque continuam a ser os turistas britânicos, que pagaram 7,6 milhões de diárias nos hotéis portugueses, seguidos dos alemães, com 4,3 milhões de dormidas. Destaque ainda para os turistas espanhóis, que geraram quase 3,3 milhões de dormidas, e para os franceses, com 3,1 milhões.

Em outubro o mercado estrangeiro que mais cresceu nos hotéis lusos foi o espanhol (uma subida de 17,8% face a 2014). Em termos acumulados, de janeiro a outubro, o mercado que mais cresce é o italiano (mais 18,6% de dormidas em Portugal).

De acordo com o INE, em outubro as dormidas de turistas portugueses tiveram um crescimento homólogo de 2,3%, enquanto as dormidas de estrangeiros aumentaram 8,3%.

Quanto à faturação dos hotéis portugueses, os proveitos em outubro cresceram 14,4%, para 228 milhões de euros, e no conjunto do ano (até ao décimo mês) as receitas totais ascenderam a 2,2 mil milhões de euros, mais 13,1% do que em igual período de 2014.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription