Lisboa - O turismo brasileiro em Portugal gerou em abril 98.409 dormidas nos hotéis lusos, o maior registo mensal desde o início do ano, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No entanto, em comparação com o ano passado a procura dos brasileiros pelos destinos portugueses continua em queda. As dormidas de cidadãos do Brasil nos hotéis portugueses em abril ficaram 5,3% abaixo das registadas em abril de 2015.

No conjunto dos primeiros quatro meses de 2016 os turistas brasileiros geraram 343 mil dormidas nos estabelecimentos hoteleiros lusos, menos 7,7% do que no mesmo período do ano passado.

Apesar da tendência de queda, o Brasil continua a ser o sexto maior mercado emissor de turistas estrangeiros para Portugal (e o maior fora da Europa), atrás de Reino Unido, Alemanha, Espanha, França e Holanda.

Em 2015 o Brasil gerou para os hotéis portugueses um total de 1,3 milhões de dormidas. O melhor mês do ano foi maio, com 152 mil dormidas de turistas brasileiros. O pior mês foi dezembro, com 66 mil dormidas.

Globalmente, os hotéis portugueses contabilizaram de janeiro a abril 12,48 milhões de dormidas, mais 12,8% do que no ano passado, vindo 3,6 milhões de dormidas de turistas portugueses e 8,8 milhões de dormidas de estrangeiros.

O crescimento da procura refletiu-se na faturação da indústria hoteleira, com as receitas acumuladas nos primeiros quatro meses do ano a crescer 17,1%, para 601,1 milhões de euros (em abril o crescimento foi de 11,8%, para 205,6 milhões de euros).

A taxa de ocupação média dos hotéis portugueses em abril foi de 44,9% e no conjunto do ano foi de 36,6%, de acordo com o INE. Em média cada hóspede realiza uma estada de 2,6 noites.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription