Maputo - Uma aeronave das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), companhia nacional de bandeira, sofreu danos na tarde de quinta-feira, no momento de aproximação à pista do Aeroporto de Tete, após ter partido de Maputo, capital do país.

Trata-se de um Boeing 737-700, que realizou o voo TM 136, tendo partido de Maputo às 15h35 e chegado a Tete às 17h15, com 80 passageiros a bordo e seis membros da tripulação. A aeronave sofreu danos do lado direito da parte frontal da fuselagem.

A ocorrência foi confirmada no ato de vistoria rotineira que a tripulação faz à aeronave, depois da aterragem.

Um comunicado de imprensa emitido pela companhia refere que os danos foram registados no momento em que se iniciou o processo de aproximação, já com a pista à vista para a aterragem no Aeroporto de Tete, no Centro do país.

"Nesse instante, a tripulação ouviu um estrondo, o que alertou sobre a possibilidade da aeronave ter tido contacto com um organismo externo que, mesmo assim, não perturbou a realização normal do voo até à aterragem", refere o comunicado da LAM.

Devido à ocorrência, foi feita uma reengenharia para a realocação de uma outra aeronave que transportou os passageiros de Tete para Maputo.

"Relativamente ao Boeing 737-700, decorrem acções de substituição da parte que sofreu danos, bem como procedimentos adequados para situações do género junto da entidade reguladora", acrescenta a nota.

A LAM explica no mesmo comunicado que, enquanto se procede o processo de reintegração da aeronave na operação normal, poderão ocorrer reprogramações de alguns voos da companhia.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription