O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal da capital cabo-verdiana, Óscar Santos, por ocasião dos 159 anos da criação do município da Praia

O município da Praia está a elaborar um plano ambicioso de execução de grandes  infra-estruturas hoteleiras, previstas para arrancar nas áreas costeiras de Achada Grande Frente, Gamboa, Prainha, Quebra Canela e Palmarejo Baixo, anunciou o edil praiense.

Óscar Santos fez este anúncio sexta-feira, na Cidade da Praia, durante a sessão solene da comemoração dos 159 anos da criação do município, apontado o saneamento e ambiente como as áreas de intervenções prioritárias, contando para isso com o “engajamento do Governo”.

“É o momento do um grande ‘take off’ da economia local, com impacto, naturalmente, na economia do país. Estamos a falar de Hotel Quebra Canela, empreendimento Gamboa Plaza, Hotel Hilton, Hotel Kapa-Kapa, Hotel Charlles Darwin, na encosta da Achada Grande”, afirmou o presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, citado pela Inforpress.

No dizer do autarca, esses investimentos exige, um conjunto de intervenções no domínio de ambiente e saneamento, por parte da autarquia da capital, e, igualmente, uma “atenção especial” por parte do Governo.

Óscar Santos pediu uma “atenção especial” do Executivo, no que concerne à Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Praia, na finalização, em tempo útil, das obras de extensão do Aeroporto da Praia, da melhoria da iluminação pública e da implementação do sistema de videovigilância, visando debelar a criminalidade urbana.

“Governar uma cidade com o poder estratégico, como a Praia, é estar próximo das pessoas, partilhar os seus problemas e dificuldades, comungar das suas expectativas e anseios. É saber ouvir, saber responder e saber agir. É ser capaz de dinamizar as energias, de reforçar a coesão e o sentimento de pertença, de realizar, de renovar e de inovar.

A edilidade aproveitou ainda a ocasião para homenagear quatro mulheres e homens, que o presidente da câmara considerou de “simples” e que, ao longo dos tempos, contribuíram para o desenvolvimento da capital do país, nomeadamente, Eduíno Horta (varredor), Justina Martins, vendeira do mercado, de 89 anos, Margarida Delgado, professora e costureira, de 94 anos, e, a título póstumo, um amante doe desporto e cinema, José Branco Vicente.

Município já pensa nos 160 anos

Concernente às comemorações dos 160 anos do município, em 2018, o autarca considerou-o “um ano redondo e especial para a Cidade da Praia” e um marco de “valor transcendental” que incentiva a revisar a historia da capital.

“Esta data suscita um debate profundo no sentido de reflectirmos e ultrapassarmos as diferenças existentes entre o Dia de Elevação da Praia à categoria de Cidade, que se comemora a 29 de Abril, e o Dia do Município, que se assinala a 19 de Maio”, lançou o autarca, repto que o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, diz também partilhar.

Os dois propõem que o Dia do Município seja comemorado no Dia da Elevação da Praia, 29 de Abril e não 19 de Maio, como é assinalado.

Para 2018, em que disse que a festa será “rija”, lembrou que será o ano de memorização dos 10 anos do Kriol Jazz Festival e os 10 anos da Corrida da Liberdade.

“Contamos com a colaboração de todos para, conjuntamente, vencermos os desafios. Juntos, abracemos a causa da Praia cosmopolita e internacional e, por ela, trabalhemos, de modo patriótico”, enfatizou o edil, Óscar Santos.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription