O distrito de Matutuíne, na província de Maputo, sul de Moçambique, está a registar um número crescente da entrada de turistas à procura de lazer, graças à melhoria das vias de acesso à Ponta do Ouro e à Reserva Especial de Maputo.

O aumento da procura turística foi anunciada pelo diretor dos Serviços Distritais de Atividades Económicas (SDAE) em Matutuíne, Paulo Cossa, que disse que no primeiro trimestre de 2017 foi registada naquele distrito a entrada de 51.333 turistas, dos quais 6.123 nacionais e 45.210 estrangeiros.

O plano para o presente ano, segundo Cossa, é de alcançar 85 mil turistas, sendo 11 mil para os nacionais e 74 mil para os estrangeiros, cifra que representa um crescimento de cinco por cento comparativamente com a meta de 48.983 do ano anterior.

“Maior parte dos turistas e registada na localidade da Ponta do Ouro é dominada por turistas estrangeiros, mas o turismo doméstico esta também a registar melhorias significativas”, disse Paulo Cossa.

O distrito, segundo Cossa, dispõe de uma orla marítima bastante atrativa. Conta atualmente com 1.176 quartos, 2.495 camas e cerca de 90 estabelecimentos turísticos.

Para a área de restauração e bebidas, o distrito conta ainda com 53 estabelecimentos com capacidade turística de 482 mesas.

“O turismo no distrito já esta a organizar-se como nossa produção de bandeira, mas temos que olhar também fortemente para a agricultura porque sem comida não há turismo”, disse Cossa.

Cossa apelou aos investidores dos setores de turismo e da agricultura para olharem para o distrito de Matutuíne com atenção especial.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription