As ligações marítimas de média e longa distância entre os portos do norte de Marrocos e os de Espanha, França e Itália voltaram a funcionar, após mais de três meses de suspensão devido à covid-19.

Num comunicado, o Ministério dos Transportes e Logística marroquino especificou, segunda-feira (12), que os navios de transporte passageiros regressaram para ligar os portos de Tanger Med, Tanger Ville e Nador aos de Sète (França) e Génova (Itália).

É indicado ainda que as empresas que ligam os portos marroquinos de Tanger Med e Tanger Ville aos de Algeciras e Tarifa, em Espanha, vão retomar gradualmente as suas viagens a partir desta terça-feira (12).

Numa fase inicial, os navios só vão poder embarcar passageiros sem viaturas particulares e os que viajam de autocarros, e com medidas de prevenção como o certificado de vacinação contra a covid-19 ou teste PCR negativo realizado no máximo de 72 horas antes do embarque.

A partir de segunda-feira, 18 de abril, os embarques vão ser alargados para veículos particulares.

Na sexta-feira passada, o Governo marroquino autorizou as empresas de transporte de passageiros no seu país a retomarem as viagens com Espanha a partir dos portos das cidades do norte de Tânger, Nador e Al Hoceima.

A autorização surgiu após uma reunião no dia anterior em Rabat entre o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, e o rei marroquino Mohammed VI, para normalizar as relações bilaterais através da reabertura gradual das fronteiras terrestres e marítimas, entre outras medidas, para assim encerrar as divergências de 2021.

O Marrocos encerrou as suas fronteiras marítimas em 29 de novembro do ano passado como uma medida preventiva contra a propagação do novo coronavírus e da variante Ómicron, que foi sendo adiada com a implementação de outras restrições.

O encerramento das viagens marítimas foi um golpe para milhões de emigrantes marroquinos estabelecidos na Europa, especialmente para os cerca de 800 mil que residem em Espanha, que estão habituados a embarcar com as suas viaturas nos diferentes portos do sul do país ibérico.

Escrito por: África 21 Digital

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription