O setor do turismo tunisino continua a sua progressão, marcada por receitas em alta de 16,3 porcento, desde o início do ano a 20 de dezembro, para atingir 1, 84 bilião de dólares, comparando com o mesmo período do ano passado, segundo um balanço fornecido pelo Governo tunisino.

O  mês de agosto registou as mais importantes receitas turísticas, avaliadas em quase 674 milhões de dinares (mais de 272 milhões de dólares) contra 469 milhões de dinares (mais de 189 milhões de dólares) durante o mesmo período do ano de 2016, ou seja um aumento de 43,7 porcento.

O número de turistas que visitaram a Tunísia estima-se em quase 7 milhões, um aumento de 23 porcento. Os turistas argelinos ocupam a primeira posição dos visitantes na Tunísia com 2, 322 milhões, ou seja um aumento de 40,5 porcento em relação ao ano passado.

No plano regional, a ilha de Djerba foi a região mais visitada do país durante a época turística com dormidas em alta de 17,4 porcento.

Este setor registou uma grande regressão na sequência dos ataques terroristas que visaram em 2015 o museu de Bardeau, em Túnis, e um hotel turístico na cidade de Sousse, a 140 quilómetros a sul da capital. Estes dois ataques mataram várias dezenas de turistas europeus, nomeadamente britânicos.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription