A informação foi avançada, quinta-feira (8), pela porta-voz do Serviço Nacional de Migração de Moçambique em conferência de imprensa em Maputo, informa a rádio VOA.
 
“Este acordo abrange os passaportes normais, porque os passaportes de serviço e diplomático já estavam abrangidos”, revelou Cira Fernandes, lembrando que o prazo de permanência dos abrangidos nos respectivos países é de, no máximo, 30 dias.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription