Um acordo de parceria entre a Câmara de Comércio Angola/China (CAC) e uma agência de turismo será assinado esta sexta-feira (01 de Junho), em Luanda, com vista a promover o setor do turismo no país.

Além de relançar a atividade turística, o acordo entre as duas instituições visa apoiar os empresários angolanos que pretendam efetuar negócios com a China no sector do turismo.

A parceria pretende, igualmente, facilitar a aquisição de divisas para custear as despesas dos empresários que quiserem deslocar-se à China para fazer negócios.

“O objectivo deste acordo é promover as relações comerciais entre os dois países, que atualmente se encontram em declínio, fruto da atual crise económico-financeira”, afirmou recentemente, em Luanda, o vice-presidente da CAC, Luís Gomes dos Santos, em entrevista ao jornal angolano “O País”.

Luís Gomes dos Santos salientou que o declínio que se tem verificado nas trocas comerciais entre os dois países afeta particularmente os agentes económicos que operam no comércio e que pretendem trazer mercadorias da China para Angola.

A Câmara de Comércio Angola/China conta atualmente com 800 empresários angolanos e 200 chineses, sendo intenção da direção aumentar o número para cinco mil associados nos próximos anos.

Em 2017, o comércio entre Angola e a China cresceu 43,42% para 22,34 mil milhões de dólares, com a China a comprar mercadorias no valor de 20 milhões de dólares (mais 45,08%) e a vender bens no valor de dois milhões dólares (+30,45%), respectivamente.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription