Praia - O ministro da Economia e Emprego de Cabo Verde, José da Silva Gonçalves, anunciou que o país vai candidatar-se a membro executivo da Organização Mundial de Turismo (OMT), cuja eleição será realizada no mês de setembro.

José da Silva Gonçalves fez esta declaração aos órgãos da comunicação à margem do encontro que manteve na cidade da Praia com a Câmara de Turismo de Cabo Verde para analisar recomendações e conclusões do Fórum de Turismo realizado em Boa Vista.

Segundo o ministro da Economia e Emprego, a proposta de Cabo Verde de candidatar-se a membro executivo da Organização Mundial de Turismo (OMT) foi apresentada na quinta-feira, 2, ao Conselho de Ministros.

"Espero ter o mesmo resultado e sucesso de quando fomos eleitos membro do conselho executivo da ICAO, em que Cabo Verde recebeu 132 votos de 176 países membros", disse o governante, que se mostra confiante de que no turismo o país "irá merecer certamente a mesma atenção".

Neste âmbito, prometeu que Cabo Verde irá fazer "o seu "melhor" para entrar no conselho executivo da OMT.

A OMT é uma agência especializada das Nações Unidas e a principal organização internacional no campo do turismo, destinada à promoção e ao desenvolvimento do sector.

Funciona como um fórum global para questões de políticas turísticas e como fonte de conhecimento prático sobre o turismo, promovendo um turismo responsável, durável e acessível a todos, prestando atenção particularmente aos interesses dos países em desenvolvimento.

Tem sede em Madrid, Espanha, e conta como membros 157 países, sete territórios e mais de 300 membros afiliados, representando o sector privado, instituições educacionais, associações e autoridades locais de turismo.

Lisboa - A transportadora aérea portuguesa TAP anunciou, nesta quarta-feira (1), que os passageiros com bilhetes para os EUA, ou com escala no país, afetados  pelas restrições de entrada, recentemente decretadas pelo governo do presidente Donald Trump, podem alterar a viagem para outra data ou outro destino ou pedir o reembolso.

A TAP alerta "os clientes com bilhetes para os Estados Unidos da América [EUA], ou com escala neste país, para a nova política de imigração dos EUA, que poderá ser verificada junto da respetiva Embaixada ou Consulado",e que a entrada nos Estados Unidos de passageiros "com passaportes emitidos na Líbia, Irão, Iraque, Somália, Sudão, Síria e Iémen estará restrita até dia 27 de abril de 2017, inclusive".

De acordo com o comunicado divulgado hoje, "caso seja abrangido por esta política e tenha adquirido bilhetes para os EUA ou com escala neste país, emitidos pela TAP até dia 01 de fevereiro de 2017, poderá contactar a central de reservas da TAP e proceder à alteração dos mesmos para viajar numa data posterior à restrição acima indicada e até 01 de fevereiro de 2018, sem qualquer custo, dentro da mesma classe de reserva - Económica ou Executiva - e de acordo com a disponibilidade de lugares nos voos".

A transportadora possibilita ainda a alteração da viagem para outro destino "sem taxa de remarcação, dentro dos períodos indicados, aplicando-se, caso exista, o pagamento de diferença tarifária".

A TAP decidiu também autorizar o reembolso do respetivo bilhete ou a emissão de um 'travel voucher' (vale-viagem) no mesmo valor.

Nova York - A Organização Mundial do Turismo (OMT) concedeu aos fundadores do guia de viagem "Lonely Planet", Tony e Maureen Wheeler, o 13º prêmio da entidade pelo conjunto da obra.

A agência da ONU citou o impacto do mais famoso guia sobre o turismo global e a inspiração que ele deu a viajantes, escritores e ao setor do turismo de uma forma geral.

Segundo a OMT, Tony e Maureen resolveram criar a publicação em 1972 depois de uma viagem pela Ásia. Nos últimos 40 anos, foram vendidos mais de 100 milhões de cópias do guia em inglês e outros idiomas.

O livro fez tanto sucesso que acabou virando também programa de TV e um website.

Além da Fundação "Planet Wheeler", o casal se envolveu em mais de 50 projetos em países em desenvolvimento, principalmente na Ásia e na África, com foco no combate à pobreza.

Eles estão envolvidos também em vários outros projetos, incluindo a promoção das artes e literatura e do empreendedorismo. Outro ponto importante de ação é a proteção e o desenvolvimento em áreas arqueológicas em países em desenvolvimento.

O prêmio é concedido anualmente a indivíduos com liderança visionária e contribuições significativas ao setor de turismo.

Reserve já

motor reservas

Newsletter

introduza os seus dados de registo| enter your registration data| entrez vos données d'inscription